BlogBlogs.Com.Br

8 de junho de 2009

Bateria do notebook - como cuidar




Na infância, muita gente já pensou em colocar —e alguns colocaram— pilhas no refrigerador para serem recarregadas. Outros apelavam para o sol, mesmo quando o dispositivo não vinha com carregador solar.

O tempo passou, a quantidade de eletrônicos que uma pessoa tem aumentou e as dúvidas e simpatias para fazer a bateria de cada um deles durar mais continuam. As atuais possuem "efeito memória", devem ser usadas até o final antes de serem recarregadas?

Veja, a seguir, alguns mitos e verdades sobre como garantir vida longa para a bateria de seu notebook ou ultraportátil. As respostas foram dadas por Rodolfo Nannini, gerente de Engenharia da Positivo Informática, e Ricardo Schacker, gerente de produtos da linha de notebooks da Dell.

Bateria de notebook "vicia".
MITO - Os portáteis atuais são equipados com baterias de íon lítio que armazenam bem mais energia que as baterias antigas e não sofrem com o "efeito memória", ou seja, não é preciso carregá-las até o máximo e esperar descarregá-las até o mínimo, como acontecia com as de níquel cádmio, usadas em portáteis antigos. Assim, você pode passar o dia todo com o notebook na tomada sem se preocupar em deixar a bateria "viciada".

Reduza o número de softs executados ao inicializar o Windows

Tirar a bateria enquanto o notebook estiver na tomada prolonga a sua vida.
VERDADE - De acordo com Schacker, se você é do tipo que usa o portátil como um desktop, ou seja, deixa-o sempre em um mesmo local e dispensa mobilidade, é indicado retirar a bateria enquanto o notebook está na tomada. "No entanto, é possível estender a vida útil em apenas 10%, o que dá, mais ou menos, um mês. Agora, se o usuário costuma se movimentar -como ir do quarto para a sala, por exemplo- não compensa ficar preso à tomada", pondera. Uma dica é guardar a bateria carregada e usá-la a cada uma ou duas semanas para dar nova carga.

Atenção na hora da compra

Fique de olho na quantidade de células presentes na bateria antes de comprá-la. Quanto mais células, mais tempo o notebook trabalhará de forma autônoma.

Procure carregadores com maior potência na hora de escolher o portátil que você levará para casa.
Tenho que usar a bateria até o final para depois carregá-la.
MITO - Não é preciso esperar tanto. Sempre que sentir necessidade de dar mais uma carga, pode plugar o notebook na tomada.

Assistir filmes baixados consome menos energia do que usando o DVD.
VERDADE - De acordo com Rodolfo Nannini, utilizar apenas o disco rígido do laptop consome menos bateria do que usar o leitor óptico. Assim, prepare-se para converter seus DVDs em arquivos com formato compatível com o portátil. Existem diversos softwares para fazer essa conversão, conhecida como "ripagem de DVDs".

Dispositivos USB são verdadeiros vilões quando o assunto é consumir bateria.
VERDADE - Todo dispositivo USB precisa ser alimentado pelo próprio notebook para funcionar, mesmo quando não está ativo. Modems 3G e conexões eSata também entram na lista dos itens que devem ser evitados na hora de economizar bateria.

Ligar e desligar o notebook várias vezes contribui para o consumo de energia.
VERDADE - Ao ligar o notebook, a BIOS realiza toda a inicialização do hardware e inicia o sistema operacional. Este processo consome muita energia.

Um notebook não gasta nenhuma energia quando está em standby.
MITO - o notebook em "stand by" consome energia, mas em uma quantidade muito menor do que quando está ligado. O mais indicado é colocar o notebook no modo Hibernação do Windows, já que ele consome menos energia do que no modo Espera. As duas opções oferecem o mesmo resultado: desligam o notebook enquanto ele não está sendo usado e restaura os aplicativos e janelas que estavam sendo usados quando ligado novamente. A diferença é que o modo Espera deixa os dados gravados na memória, o que vai consumir mais bateria.

Discos SSD economizam bateria.
VERDADE - Discos SSD consomem menos bateria que os discos rígidos convencionais.

O Windows Vista gasta mais bateria que o XP.
VERDADE - De acordo com Nannini, o Windows Vista possui um gerenciamento de energia mais eficiente que seu antecessor e suporta melhor processadores mais novos. Porém, sua interface gráfica com o Aero habilitado e alguns recursos nativos (como por exemplo SideBar) acabam consumindo mais energia. Se, para o usuário, o importante é a duração da bateria, recomenda-se desabilitar o Aero e estes recursos.
TECNOLOGIA - uol

unstrap

Um comentário:

milton toshiba disse...

Comprei um Dell para minha esposa e a assistência técnica (ótima) disse para retirar a bateria se o notebook for usado como desktop. Carrego toda a bateria, uso 10% e assim a retiro.

esse procedimento é feito vez por semana, pois a vida útil das novas baterias é aproximadamente de 300 ciclos.

:)